terça-feira, 20 de setembro de 2016

Vou tirar a sujeira daqui e por ali

De tempos em tempos eu tento outra plataforma pra sair da rotina. Vamos de medium:

https://medium.com/@calorina

Eu vou me arrepender de logar no facebook com isso, com toda a certeza.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

e f ê m e r o

Porque você vai ficando adulto
Velho
Vai deixando de ser considerado jovem
Geração Y, Z qualquer coisa que o valha
(eu ia dizer qualquer bosta mas é feio pessoas adultas falarem palavras rudes)
Enfim
Você vai envelhecendo minuto a minuto
Café a café
Desgosto a desgosto
E vai notando que as coisas são rápidas. Voláteis
Efêmeras.
Então fica olhando as pessoas queridas de idade sabendo que vai perdê-las. Porque você já perdeu outras pessoas antes.
Você já se perdeu de si.
Você já se perdeu dos outros.
E por fim tá olhando todas as pessoas queridas, todos os momentos bons e querendo que eles durem um pouquinho mais.
Mas eles são rápidos. Voláteis.
E f ê m e r o s.

E dá uma vontade de fazer coisas permanentes que durem pelo menos 50 anos. Mesmo que você se arrependa delas.

domingo, 11 de setembro de 2016

Não que eu odeie a faculdade

Mas eu entendo quem larga o curso no penúltimo ano de 05 anos.
Porque a sensação de estar perdendo tempo é imensa.
O desinteresse. A mesmice. O tédio.
Porque eu tenho 25 anos e ainda tenho trabalhos acadêmicos para fazer. Mas agora eu sou cobrada por tantas outras coisas...
O desinteresse é tamanho que me desinteressa descrevê-lo.

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Decongex

- Eu quero tomar um porre de decongex, deitar e dormir dois dias inteiros.

- Quando você acordar, seus problemas estarão resolvidos?

- Não. É provável que estejam piores.

- Exato, isso porque as coisas não se resolvem sozinhas. Elas precisam que alguém vá resolvê-las. E no caso, se ninguém resolve, você acaba fazendo. É o que eu falo para o meu marido.

- E como é ser casada com alguém assim, que não resolve os problemas com você?

- É ruim. Me sobrecarrega. Mas eu não reclamo com ninguém.


Ao persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Eu parei de fumar

Eu parei de fumar.

Em meio a tpm, a semana de provas, ao frio que fez em junho.
Em meio a crise, a alta do dólar, o impeachment da primeira presidenta mulher desse país.
Engordei quatro quilos em um mês. Destratei todas as pessoas ao meu redor.
Comi todos os carboidratos disponíveis e bebi todo o café do setor.

Um dia, após um mês e alguns dias sem fumar, eu pedi um cigarro. Eu fumei porque eu não podia chorar. A fumaça entrou com um gosto amargo. Fumei inteiro.

E não fumei mais.

Meu cabelo não cheira a cigarro, meu suor não aquele cheiro triste de nicotina. Eu não tenho mais aquele gosto incômodo de fumaça na boca. Eu não fico mais nervosa por não ter 10 reais no bolso.

Mas eu ainda sinto vontade. E não é pouca.

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Eu preciso parar de fumar

Marília, 02 de maio de 2016.

Frio. Um dia depois do dia nacional do trabalho. Primeiro dia útil do mês. Segundo dia do ciclo menstrual.

7h50

Eu preciso parar com essa merda, amarela os dentes, dá mau hálito, o cheiro é ruim (até eu sei que o cheiro é ruim, imagina quem não fuma, meu pai), tá OITO REAIS O MAÇO DE MALRBORO, estraga o pulmão, notou como seu fôlego tem ficado ainda pior conforme passa o tempo? Porra Carolina, você já é sedentária, já está acima do peso, sua família tem um largo histórico de doenças cardíacas (lembra em 2014 quando você enterrou duas mulheres por problemas no coração? Lembra, né? Da sua tia que morreu com 53 anos de infarto fulminante com um maço de Hilton longo na bolsa? Não é só porque seu rapaz não gosta do cheiro (talvez seja também, talvez eu esteja triste por abraçar com medo dele notar o cheiro, e vai notar, dele beijar e notar o gosto e no fundo você sabe que dessa vez ele tá certo). Meu Deus eu já tô tão sem dinheiro para que eu gasto dinheiro com isso meu pai? E o gosto... esse gosto amargo que não solta dos dentes, por mais que você escove os dentes e chupe todas as balas mentoladas do mundo...

7h53

Ponto registrado

7h55

Bom dia, gente, já vou atualizar o IGPM. Gente, tô caçando aqui o valor do IGPM de abril, calma que quando estiver pronto eu aviso. "Ah tá, o pessoal tá esperando." Oi fulano, agora eu vou atualizar o IGPM depois eu vejo isso.

8h05

AGORA NÃO DÁ, FULANO, DEPOIS EU VEJO. Caramba, negócio hoje tá difícil. "Carol, você achou o IGPM de abril?" Achei sim, 1,17%. Putaquepariu essa minha senha tava ajustada no mês passado EUVOUMATARAQUELAFILHADAPUTA. Chefe, to indo no setor. Fulana, atualiza pra mim porque minha senha ainda não deu certo. "Quanto?". Um ponto dezessete. "Tá, vem aqui conferir".

8h10
"Carol, deixa eu ver... essa tabela... esse aqui é do ano passado, não tô localizando abril desse ano." Calma, vou achar. Achei, 0,33%. Vou voltar lá no setor."Fulana, ainda bem que você me chamou pra conferir, corrige pra mim, 0,33%, obrigada.

8h15
"Carol, fulano na linha." *biip* "Você desligou o telefone?" Não, caiu a ligação, você não viu meu dedo caindo na ligação?  Pronto, deu certo. "Carol, fulano ligou". Chegou o café. Ah, eu vou lá. Mas eu vou fumar um cigarro antes.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

processo de conhecimento

Provavelmente eu vou ter que ser menos minha para ser sua. Ser menos eu para estar contigo. Ser menos.

E conciliar com minha existência que grita aos quatro ventos que não se rende jamais.

Mas que existe sozinha.

Paradoxos de quem está nesse processo de conhecimento infinito.

(Eu nunca consegui ser menos eu, sempre transbordo, sempre apareço. é questão de tempo. E de tu se acostumar ou não.)